Home

25/05/2016 - Bandeira Verde: Energia mais barata

     Bandeira Verde: Energia mais barata

Prezado Cliente,

Nesta quinta-feira (25/02) o ministro de Minas e Energia anunciou uma ótima notícia para todos nós consumidores de energia elétrica: "Estamos garantindo que teremos bandeira verde em abril. Portanto, não teremos mais ônus de bandeira para o consumidor", disse o ministro. O fim da bandeira tarifária vermelha já tem data marcada!

“Não é apenas uma questão de redução de consumo. A entrada da energia gerada em novas usinas, como as de Belo Monte, Jirau e Santo Antônio tem contribuído [para os desligamentos das térmicas]”, acrescentou Braga.

Entendendo o panorama atual...

Segundo o BIG (Banco de Informações de Geração da ANEEL), 61,2% dos empreendimentos de geração no Brasil são Usinas Hidrelétricas. As Usinas Termelétricas entraram em funcionamento para compensar a baixa dos reservatórios de água que impossibilitaram o pleno funcionamento das hidrelétricas.

Desde o início de 2015 acompanhamos o reflexo do uso das térmicas embutido na fatura de energia na forma de bandeiras tarifárias.

Já para o próximo mês a promessa do ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, é que 22 usinas termelétricas sejam desligadas, resultado da recuperação da capacidade do sistema hidrológico e da redução do consumo; o que permitirá que as faturas de energia relativas ao consumo de março estejam com bandeira tarifária amarela (R$15,00 por MWh), e em abril já estejam sem a incidência de bandeiras tarifárias.

Redução de custo direta

Abaixo fizemos uma simulação do quanto os custos com consumo ativo irão ser reduzidos na fatura de energia de um consumidor com Tarifa HSV – CEEE.


kWh Custo com bandeira vermelha*      Custo sem bandeira
Consumo P. 2.800         
R$4.777,14 R$4.536,68
Consumo F.P         16.500 R$9.989,54 R$8.572,55
TOTAL
R$ 14.766,68 R$ 13.109,23



-11,22%

Depois de tantos sustos em 2015, o ano de 2016 começa mais favorável ao consumidor.

*Bandeira vermelha R$ 55,00 por MWh